001

Colocar as contas em dia tem sido um grande desafio para milhares de brasileiros. Com as mudanças vivenciadas depois da crise econômica enfrentada pelo Brasil desde 2014, o número de pessoas que acabaram perdendo o controle das finanças teve um aumento considerável.

Ultrapassar os gastos, limites de cartão e o não quitação das dívidas tem sido algo cada vez mais comum. 

Umas das alternativas para contornar essa situação e não acabar parando na lista dos órgãos de proteção ao crédito com o nome negativado. Foi pensando nisto que neste artigo se propõe a trazer algumas dicas de como conseguir e de como realizar um refinamento de empréstimo consignado.

O que é refinanciamento de empréstimo consignado

O refinanciamento de empréstimo consignado é uma ferramenta ofertada pelos bancos para que aqueles que, por algum motivo, realizaram um empréstimo consignado e não conseguem mais pagar as parcelas tenham chances diminuir o valor das parcelas restantes. O refinanciamento pode, ainda, ser realizado por indivíduos que desejam aumentar o valor do empréstimo já efetuado.  Vale ressaltar que qualquer pessoa que necessitar de um crédito extra pode solicitar o refinanciamento de seu empréstimo.

REFINANCIAMENTO

REFINANCIAMENTO

Como funciona o refinanciamento de empréstimo consignado?

O refinanciamento funciona negociando novamente o restante da dívida existente com o banco é originária de outro empréstimo, ou ainda, como uma forma de obter crédito extra. Primeiramente, para realizar o refinanciamento é importante entrar em contato com o seu banco ou operadora de crédito onde o empréstimo consignado foi realizado, pois cada banco possuirá suas exigências e termos próprios. 

A partir do momento em que o cliente negocia novamente seu empréstimo, o saldo devedor atual passará a ser considerado quitado e o novo saldo devedor será a nova quantia negociada, um novo contrato com novas cláusulas e termos serão efetuados, em termos práticos, é como se um novo empréstimo estivesse sendo feito. 

O empréstimo é a opção encontrada por muitos brasileiros para momentos em que o dinheiro é curto para o tanto de dívidas ou que os planos saem mais caros que o esperado. Porém, nem tudo sai como planejado e as vezes as parcelas do financiamento extrapolam o orçamento, nesse cenário, surge o refinanciamento.

No texto de hoje, reunimos as principais informações necessárias na hora de solicitar um refinanciamento de empréstimos consignados.

002

Quanto tempo demora refinanciamento consignado?

O prazo concedido pelo banco ao cliente durante o refinanciamento de empréstimo consignado será igual ao prazo concedido durante a aquisição desse empréstimo comum, sendo eles:

  • 72 meses para beneficiários do INSS;
  • 96 meses para servidores de instituições públicas;
  • 60 meses para militares das Forças Armadas.

Qual a diferença entre refinanciamento da dívida e portabilidade de crédito?

Na portabilidade de crédito, o cliente irá procurar a instituição financeira para realizar a transferência de uma determinada dívida de um banco para outro. Assim como o refinanciamento, a portabilidade de crédito é solicitada quando o cliente não possui mais condições de arcar com as dívidas de seu empréstimo, normalmente, o cliente receberá algum benefício para realizar essa transferência de banco, como, por exemplo, a redução do valor da sua dívida. Já no refinanciamento, o cliente não trocará de banco, ele negociará com a própria instituição a concessão de um novo empréstimo.

Quando vale a pena contratar?

Decidir se vale a pena ou não realizar um refinanciamento de empréstimo irá depender da situação particular de cada cliente e de sua condição financeira no momento. Porém, em situações em que os juros causados pelo atraso da quitação da parcela é significativamente alto e que o cliente pode entrar na lista de negativados do SERASA e SPC, o refinanciamento é uma boa saída, uma vez que existe a possibilidade de redução na taxa de juros e manutenção do valor da parcela. Além disso, como é realizado no banco no qual o solicitante já é cliente e possui um histórico de relacionamento, a negociação se torna mais amigável. É válido ressaltar que, para que o refinanciamento seja benéfico, ele deve possuir condições contratuais iguais ou melhores que o contrato anterior.

Vantagens de um refinanciamento

Dentre as inúmeras vantagens do refinanciamento, temos:

  • Diminuição das tarifas de juros;
  • Não ocorre consulta ao SPC e SERASA, ou seja, pode estar com o “nome sujo”;
  • Mantém o valor da parcela constante;
  • Liberação do crédito de maneira rápida;
  • Refinancia com possibilidade de margem negativa.

Quais bancos e instituições oferecem o refinanciamento de empréstimo consignado?

Hoje em dia temos um leque de opções de bancos que oferecem este tipo de serviço a população. Dentre os bancos que realizam o refinanciamento podemos citar grandes nomes como o Creditas, Banco do Brasil, BV Financeira, Caixa Econômica Federal. 

003